Fique por dentro

COMO SOLUCIONAR A DEMANDA POR ATENDIMENTO IMEDIATO AO CONSUMIDOR DE E-COMMERCE

Pelo fato de o e-commerce ser um canal relativamente novo de vendas e em constante e acelerado crescimento é muito provável que a sua empresa ainda não investiu como deveria na equipe de atendimento das vendas online.

Até o final de 2019 a expectativa de crescimento por essa via é de 15 a 20% e a demanda por atendimento deve acompanhar esses números. Soma-se a isso um novo comportamento do cliente, que agora quer ser poder consumir nas diversas plataformas, tem voz ativa nas redes sociais e exige imediatismo nos serviços.

Chatbots, Low-touch, Machine Learner, entre outras, são tecnologias interessantes para esse novo momento, mas nada substitui UMA EQUIPE DE ATENDIMENTO BEM TREINADA A POSTOS PARA GARANTIR QUE O CONSUMIDOR TENHA COM QUEM FALAR PARA SOLUCIONAR SUAS DÚVIDAS E QUESTÕES, SOB O RISCO DE PERDER VENDAS E JOGAR FORA TODO O ESFORÇO REALIZADO PARA ATRAIR O CLIENTE.

Traduzindo, ainda é importante ter um telefone de contato à vista e/ou um chat com atendentes capacitadas para dar respostas rápidas aos clientes. O mesmo deve acontecer com as solicitações feitas pelas redes sociais, que são cada vez mais comuns. O e-mail ainda é um canal bastante relevante, mas sua demora no retorno tende a desestimular o consumidor.

Ao contrário disso, uma boa equipe de atendimento pode dirigir o cliente para onde encontrar o produto, estimular uma nova compra, evitar carrinhos abandonados e até procurar entender porque o boleto não foi pago. Além de dar confiabilidade à marca e deixar o cliente satisfeito e seguro para compras futuras.

A boa notícia é que se a sua empresa ainda não está preparada para novas contratações, você pode terceirizar esse serviço. Na Atend-e temos uma equipe de 25 pessoas exclusivamente para esse trabalho. E mais: através de uma plataforma especial, a Orbium, todos os atendimentos realizados ficam documentados e podem ser acompanhados inclusive em tempo real.

RECEBA AS ÚLTIMAS NOVIDADES: